Pin It
Tweet




Pin It
Tweet



segunda-feira, 11 setembro, 2017
Capa > Técnicas > Crochê > DICA PARA QUEM VENDE BIJUTERIAS ARTESANAIS
DICA PARA QUEM VENDE BIJUTERIAS ARTESANAIS

DICA PARA QUEM VENDE BIJUTERIAS ARTESANAIS


Pin It



Dica para quem vende bijuterias artesanais, ou pretende iniciar um negócio de bijuterias – Aqui no blog eu tenho várias postagens dando dicas de como e onde vender as suas bijuterias. Mostro também vários modelos que vão atrair a clientela e te ajudar nesse processo empreendedor. Mas hoje eu tenho uma dica especial que talvez você já utilize em seu negócio mas pode ser que você ainda precise de um pequeno “update”.


Vender bijuterias pode ser complicado quando o material está caro. A gente até tenta ajustar o preço aqui e ali para não inviabilizar a venda. Mas, será que existe uma solução para esse problema?

Existem formas de criar bijuterias de qualidade sem ter que gastar um preço altíssimo com pedras e miçangas caríssimas, cordões de couro, fios de arame importados e outros. A ideia aqui é realmente utilizar a criatividade com miçangas de qualidade mas que não sejam das mais caras.

O que vemos de mais bonito e desejável poraí são peças muito simples de montar mas que têm pedrarias caríssimas. A gente percebe isso em lojas mais chiques e os preços podem ser exorbitantes. Para quem não tem a oportunidade de expor em lugares onde a clientela pode pagar um valor mais alto pela vaidade, produzir esse tipo de peça não vale à pena, não.

Então, o que produzir?

Você vai ter que disponibilizar mais tempo e criar peças rebuscadas com materiais mais simples. Essa é a minha ideia e dica de hoje.

Mas, que tipo de peças?

Existem técnicas e modelos que vão te beneficiar, e muito! Aqui vão algumas dicas:

1 – Bijuterias com a técnica do entrelaçamento de miçangas.

Para essa técnica de montagem você pode utilizar miçangas pequenas e mais baratas. Apenas tenha em mente que, na maioria das vezes, e para ter um trabalho mais limpo, as miçangas têm que ser simétricas. Digo isso porque muitas miçanguinhas do tipo “seed” vêm com diferentes tamanhos nos pacotinhos. Veja um exemplo para pingentes


Esse tipo de trabalho é mais fácil de ser seguido através de diagramas ou gráficos como estes:

Como eu sempre falo nas postagens sobre bijuterias com a técnica do entrelaçamento, use uma linha forte e de boa qualidade. Existem linhas específicas para esse tipo de trabalho em lojas que vendem peças para a montagem de bijuterias.

 

2 – Bijuterias de macramé com miçangas.

Para trabalhos maravilhosos feitos de macramé, na maioria das vezes você só vai precisar das cordinhas de macramé e algumas poucas miçangas. É claro que você poderá variar e utilizar alguns detalhes de peças em metal ou cabochões e pedras naturais. Mas você pode sim criar lindas bijuterias gastando pouco em materiais.

Você irá cobrar principalmente pela qualidade e criatividade do seu trabalho. E é aí que o segredo de fazer dinheiro com bijuterias artesanais mora. Lembre-se sempre disso!

3 – Bijuterias de crochê.

Assim como no macramé, o material para iniciar a produção de bijuterias de crochê é bem barato. Adicione lindas miçangas em pontos cruciais da sua peça para deixá-la ainda mais interessante.

4 – Bijuterias de Frivolité.

Assim como as bijuterias de crochê, as de frivolité podem ser feitas apenas com linha a poucas miçangas. O preço deverá ser dado de acordo com a criatividade do seu trabalho. 

5 – Bijuterias feitas com restos de miçangas.

Reaproveitar materiais de projetos anteriores nos ajuda economizar, e muito! Crie peças que não precisem de grandes quantidades dos mesmos materiais. Veja a postagem anterior a esta para mais detalhes.

Não se prenda somente a essas técnicas e modelos! Crie, invente, reinvente! Mas sempre tenha em mente que, quanto mais trabalhada a peça, mais você poderá cobrar pelo seu trabalho tendo um lucro ainda maior.

 

Sobre MarianaEspindola

Formada em Direito, é Empresária, Escritora e Blogueira.