sexta-feira, 8 julho, 2016
Capa > Estilos > Estilo Africano Vintage
Estilo Africano Vintage

Estilo Africano Vintage


Pin It



Uma das coisas que mais gosto de fazer é pesquisar sobre estilos. Estilos de épocas, de modas e de lugares diferentes aliados às tecnicas de montagem de bijuterias. Se você gosta de bijuterias do jeito que eu também gosto, esse é mais um post super construtivo.
Hoje vou falar um pouquinho sobre o Estilo Africano Vintage que também foi usado em outras épocas mais antigas, e, por isso, se destaca por dois motivos: O motivo étnico (neste caso, com influências africanas) e o motivo vintage (um tanto retrô).O importante, é reparar no material usado nessas peças. Normalmente eles são bem caracterizados e chiques. Chiques porque, antigamente, as bijuterias só eram usadas se fossem finas e de material de boa qualidade. As miçangas são detalhadas e trabalhadas para realmente passar a idéia daquele estilo.
Neste par de brincos, podemos perceber que as miçangas são desenhadas à mão com a estampa de zebra. Bem africano!

Para quem gosta do dourado, esse bracelete de mistura de modelos diferentes de correntes com um pingente de elefante perolado é um “must”! Bem africano vintage mesmo!

Peças de madeira pintadas à mão também fazem parte de uma época onde as bijuterias começaram a entrar na moda.

Mais uma miçanga pintada à mão. Para quem quer ganhar dinheiro com bijus, trabalhar com a arte da pintura em miçangas é não só prazeroso como lucrativo. Lucrativo porque não é em qualquer lugar que a gente encontra miçangas diferentes e de boa qualidade.

Um pouco mais sobre a bela raça negra no Brasil:

Durante muito tempo acreditou-se na inferioridade dos negros aos brancos, com relação à sua estética, comportamento, cultura, economia e política. Essa imagem estereotipada imputou a esse grupo étnico o desenvolvimento da baixa estima. Sem referência positiva da sua imagem, o negro começou abdicar de sua raça, sua cultura, seus valores, iniciando um processo de branqueamento cultural, estético e comportamental.

summer inspiration....

Mas a partir de 1990 a imprensa negra começa a questionar a nova tendência da indústria de consumo nacional envolvendo produtos e serviços que, além de propagar a idéia de que os negros podem e têm o direto de consumir como qualquer pessoa no Brasil. E com isso, a ênfase das linhas editoriais da chamada Afromídia caminharam muito mais na direção de discussões sobre música, saúde, beleza comportamento. Já era tempo, né?
A beleza negra hoje é bem destacada e as modas, de origem africanas, são muito exploradas não só em nosso país como em vários lugares do mundo.
Para finalizar, um belo exemplo de beleza negra brasileira e de sucesso, hoje estamos vendo na nova novela da Globo “Viver a Vida” com a linda Thaís Araújo no papel de Helena.
Taís

Sobre MarianaEspindola

Formada em Direito, é Empresária, Escritora e Blogueira.

4 comentários

  1. Este post está muito interessante.
    Dá uma excelente noção do estilo.
    Muito bom.
    Abraços,

    Lúcia
    http://www.fazemosdeconta.com

  2. Adoro o estilo africano, é maravilhoso, e obrigada pelas dicas, é muito satisfatória!

  3. Adoro cada vez mais vir aqui no seu blog. aprendo sempre tanto. adoro estes aneis e os brincos. vou experimentar e depois faço um post para aqui, ok? bjnhos grandes! Você merece tudo de bom! Muita luz

  4. Olá Mariana, adorei seu blog e estou te acompanhando, e recomendando. bjs Karla.