sexta-feira, 8 julho, 2016
Capa > Passo a Passo > Diagramas > Brincos > Frivolité, Espiguilha, Pontilha ou Rendilha.
Frivolité, Espiguilha, Pontilha ou Rendilha.

Frivolité, Espiguilha, Pontilha ou Rendilha.


Pin It



Frivolité, Espiguilha, Pontilha ou Rendilha. 
Essa é uma técnica de nós em linha. É a arte de produzir um tipo de renda manual.
A denominação “frivolité”, essencialmente francesa, é adotada em quase todos os países da Europa, entretanto, os italianos nomeiam a técnica de “occhi”. Já os orientais conservam a antiga denominação “makouk”, enquanto nos países de língua inglesa é chamada de “tatting”.
A técnica pode ser resumida numa sequência de nós e picôs que formam círculos e semi-círculos, e estes compõem uma rica trama rendada. Algumas pessoas até a chamam de espiguilha, pontilha ou rendilha, mas o nome mais usado é o Frivolité.
No dicionário podemos encontrar nomes como Renda estreita de bico também. Veja:
[De espiga + -ilha.] Substantivo feminino. Renda estreita de bico; pontilha:
espiguilhar
[De espiguilha + -ar2.] Verbo transitivo direto. Guarnecer ou ornar com espiguilha.

Bom, agora vamos ao que realmente interessa.
Para você ter uma idéia nas maravilhas que a arte do frivolité pode fazer em se tratando de montagem de bijuterias, veja as imagens abaixo:

Colares de Frivolité com miçangas e pérolas

As possibilidades são muitas, não é mesmo? Então, para você que está interessadíssima em saber por onde começar, acompanhe comigo as instruções e um passo a passo da técnica de rendilhar.

A primeira coisa que você vai precisar é um instrumento chamado de navete ou lançadeira. “Lançadeira: Peça em forma de barco usada no tear e que contém um cilindro ou canela por onde passa o fio da tecelagem.”
Eu acho que no Brasil você vai encontrar este instrumento mais pelo nome de navete.
Existem vários tipos de lançadeiras ou navetes. Uns são de plástico, outros de madeira, outros de massa de fimo e tem até os de vidro. Eu me dou muito bem com o de plástico mesmo.
Além da lançadeira ou navete, use o mesmo tipo de linha para crochê na confecção do frivolité.


Direções preliminares:

Usar um navete não é 100% necessário na hora de rendilhar, porém, quando você tiver um, vai ver que ele definitivamente te ajuda e muito. Quem está começando deve procurar ter um navete. O de plástico é o mais recomendado. Se a loja onde você compra seus materias para crochê não vende um navete, procure online que você vai encontrar, com certeza.
A expessura da linha que você vai usar vai determinar o tamanho do seu frivolité. Quem está começando deve procurar linhas de expessuras maiores para facilitar o trabalho.
Amarre a sua linha de crochê no navete e preencha o seu navete com uma boa quantidade de linha. Comece a seguir o passo a passo das imagens a partir de agora. Puxe uns 20 centímetros de linha com a sua mão esquerda e na forma de um “ok” você vai segurar a linha assim como na imagem número 1.

Clique na figura para ver em tamanho maior

Veja agora exemplos de modelos que eu separei para você:

Existe também a possibilidade de fazer o frivolité com agulha, veja um gráfico:Veja agora um maravilhoso passo a passo feito por Ruth Barros


Visualize os nós neste gráfico com bastante clareza:

Aguardem pois vou postar mais sobre o frivolité também ensinando como fazer para adicionar miçangas e pérolas. Enquanto isso, vejam também a minha primeira postagem sobre o frivolité no link técnicas- Frivolité.

Sobre MarianaEspindola

Formada em Direito, é Empresária, Escritora e Blogueira.

3 comentários

  1. Boa noite Mariana, adorei o seu blog, principalmente pq estava a procura da técnica do frivolité q nunca tinha ouvido falar, só descobri pq estou fazendo um curso de flores na cidade onde moro e uma das minhas colegas de curso perguntou se eu sabia fazer, como ela ñ tem computador fica difícil ela pesquisar sobre a técnica, então falei q ia ver pra ela, adorei parece ser fácil, já comprei até a agulha, vou tentar fazer, tbém faço bijuterias´, e já vendi muito agora estou um pouco parada, mais adoro tudo que é relacionado a artesanato, pena ñ ter mto tempo para me dedicar só a isso, bjos.

  2. adorei seu blog…parabéns!!têm várias técnicas diferentes q nunca tnha ouvido falar….valeu!!bjss..

  3. Oi Mariana, me apaixonei de imediato pelo frivolité e encontrar seu blog foi o máximo. Pena não ter conseguido acessar os videos que estão desabilitados.
    Parabéns e muito obrigada
    Fátima