sábado, 24 fevereiro, 2018
Capa > Técnicas > Arames > Tudo o que você queria saber sobre tipos de fios
Tudo o que você queria saber sobre tipos de fios

Tudo o que você queria saber sobre tipos de fios


Pin It



Tudo o que você queria saber sobre tipos de fios ou arames

Os fios: Muitos artesãos usam apenas os fios redondos de cobre (round copper wire) para fazer as bijuterias que eles mesmos definem como “as tradicionais bijuterias de arame” que são feitas sem o uso de soldadores ou colas. Mas o que eu quero passar para vocês hoje são as diferentes opções de modelos de fios e seus devidos componentes. Vou mencionar aqui os mais populares entre as artesãs no mundo todo mas quero que saibam que existem outras opções além dessas dependendo do país onde arames artesanais são vendidos.


Vamos agora entender de cada modelo de fio? (Vão ser utilizados nomes em inglês com a tradução feita por mim).

O arame ou fio mais usado é o Copper, seguindo literalmente o nome do componente usado em sua fabricação. O cobre. Eles são fios que mesmo os mais grossos são possíveis de modelar facilmente com alicates especiais. E mesmo os mais finos não quebram facilmente como no caso de alguns outros fios de componentes diferentes. Por este motivo eles são os “queridinhos” da maioria das artesãs.

Um outro detalhe a se destacar é o fato de existirem marcas diferentes para esses fios, o que pode fazer deles menos sensíveis ou mais sensíveis ao desbotamento ou às marquinhas de alicate durante o manuseio e o uso. O segredo está nas palavras “tarnish resistent” que significa “resistente a danos”. Essas palavrinhas vêm descritas nos rolos dos fios copper de melhor qualidade.

Eu quero compartilhar com vocês alguns screenshots que fiz da empresa que eu já sou membro há muitos anos e é aonde faço as minhas compras em maior quantidade. Devo alertá-las que essa empresa apenas vende para lojas e empresários. E não ao consumidor final.

Na imagem vocês podem ver uma boa variedade de fios de componentes, cores e modelos diferentes. Vamos falar um pouco de cada um deles a seguir.

1- Stainless Steel Wire: São os arames de aço. Ou os famosos fios de aço. Eles são muito resistentes porém muito rígidos, Servem para bijuterias mais minimalistas, sem muitas curvas e dobras.

2- Aluminum wire: São os arames de alumínio. Se você conhece bem o alumínio você já deve imaginar que esses fios são bem macios. Deve-se ter muito cuidado ao trabalhar com eles pois quebram mais facilmente.  Por isso eles não costumam ser vendidos em espessuras muito finas. Eu já usei um modelo achatadinho e largo que ficou maravilhoso em um estilo de bijuteria mais moderna. É uma opção bem legal além de existirem em tons variados.

3-Aluminum wire fancy: São os fios de alumínio trabalhados com estampas em todo o seu comprimento. É como se o fio tivesse recebido uma tatuagem.

4- Artistic wire: São fios copper ou de cobre em tons variadíssimos. Normalmente esses fios não estão disponíveis em gauges 14 ou 16. Ou seja, os fios mais grossinhos.

5- Beadsmith Craft Wire: São os fios da marca Beadsmith. Uma ótima marca! O componente principal também é o cobre ou copper. Além de possuirem fios em um tom de bronze maravilhoso, eles também trabalham com fios semi-redondos e quadrados. Desses eu vou falar logo adiante.

6- Economy Craft Wire: São fios japoneses e seu componente principal também é o cobre. Esses fios são normalmente vendidos em gauges mais altos tipo o 34. Ou seja, são bem fininhos e perfeitos para crochê e frivolité.

7- Gallery Wire: Aposto que esse tipo de arame é novo para você! São fios como se tivessem sido cortados ao meio ou achatados além de recortados em modelos de folhas, rendas, bolinhas e outros variadíssimos. Como eles são modelos novos, provavelmente você não irá encontrar imagens de muitas bijuterias com eles ainda. Ainda não sei muito sobre eles mas acredito que sejam perfeitos para laçar pedras e cabochões.

8- German Beadwire: Fios de origem alemã com duas opções de componentes: 100% cobre ou 100% latão. Inclusive podem ser folheados a ouro e prata. São considerados um dos fios de melhor qualidade em todo o mundo. Eles vêm em espessuras e cores variadas. (Opção 5 estrelas!)

9- Gold Filled Round: Fios de ouro 14K. Eles estão disponíveis em várias espessuras além de serem dead-soft wire (fio macio-morto) ou half-hard (semi-rígido). Explicarei logo a seguir o que isso significa.

10- Metalic Mesh: São rendas metálicas. Existe delas disponíveis no Brasil. Existe também a possibilidade de confeccioná-las usando uma ferramenta chamada “Weaving Spool”. Outras ferramentas similares são  a “Artistic Wire Knitter”, a “French Knitter” e a mais cara mas ótima a “Lazee Daizee”. Clicando neste link você verá mais sobre o assunto.

11- Silver Filled Wire: Arames de prata pura.

12- Stamping Sheets- São placas de cobre para você criar pingentes, coroas de miçangas, bases e o que mais desejar. Para trabalhar com essas placas há a necessidade de adquirir ferramentas de corte especiais. Você também poderá trabalhá-las criando texturas com martelos especiais e bigornas.

13- Stearling Silver Round: A mesma explicação do Gold Filled Round pode ser usada para este fio. A diferença, é claro, é que o material aqui é a prata.

14- Stearling Silver Square: O mesmo fio que a opção anterior só que no modelo quadrado.

15- Tarnish Resistent Wire: Definitivamente o mais popular. É também um dos melhores em comniação de preço e qualidade. Eles costumam vir com a indicação “Tarnish Resistent”. Como eu disse anteriormente, “Tarnish Resistent” significa que esses arames são resistentes a danos por motivo de uso ou manuseio. Seus tons mais comuns podem ser vistos na imagem abaixo. Esses fios também costumam vir em uma grande variedade de espessuras. Como artesã eu apenas não recomendo o tom dourado para quem vive próximo ao mar ou sue muito. Apesar de resistentes, os dourados sempre sofrem se em contato com a humidade. Para os tons dourados, eu aconselho investir um pouco mais e comprar folheados ou 14K.

Existem também os fios copper comuns em modelo quadrado e semi-redondo além dos fios de ouro e prata nesses formatos. A imagem acima não mostra mas eles também estão disponíveis nessa fábrica.

Quer saber mais sobre espessuras? Aqui no blog eu mostro a tabela com as medidas na área de downloads.


Diferença entre os fios Semi-Rígidos e Macio-Morto

Cada trabalho vai necessitar de uma ou mais espessuras de fios como já é bem sabido por nós, artesãs. Normalmente essas espessuras são definidas em Gauge (mais usada no exterior e significa “calibre”, em português) e em milímetros. Mas além de marcas, espessuras e diferentes metais, os fios de ouro e prata diferentemente possuem algumas distinções. 


Fio Semi-Rígido (Half-hard wire)

Este fio é poderoso! Dê a ele a sua própria direção, usando a ferramenta certa, e ele irá fazer exatamente aquilo que você quiser. Trabalhar com o fio semi-rígido exige um pouco mais de precisão e confiança quando estiver fazendo determinados modelos. É importante usar apenas um movimento ao invés de vários no mesmo fio. Múltiplos movimentos pode ocasionar mais marcas em função dos alicates e ferramentas. Esse tipo de fio dá mais vida e suavidade às curvas e ângulos em geral e segura bem o formato desejado ao final do trabalho.

Fio Macio-Morto (Dead-soft wire)

Esse tipo de fio é muito fácil de se manipular e também muito divertido para fazer cachos, espirais, ondas e etc. É super gostoso de se usar quando você deseja modificá-lo até que fique no formato que deseja.


Modelos diferentes de fios além dos redondos

Fio quadrado (Square wire)

Usar esse tipo de fio para fazer bijus como braceletes, por exemplo, promove muito mais durabilidade e elegância. Ele vai manter sua forma muito melhor que outros fios ao longo dos anos. O fio quadrado mais comum de ser usado é fio quadrado semi-rígido de 22 gauge (square half-hard). Ele é muito versátil e combina bem com os fios de 24 e 21 gauge.

Fio semi-redondo ( Half-round wire)

Esse tipo de fio é basicamente usado para unir feixes. Também é usado para fazer molduras de cabochões ou pedras em geral assim como em pedras cortadas e quebradas para fazer pendantes, aneis e brincos.
O fio semi-redondo ocupa menos espaço que o fio quadrado. Desta forma, a moldura em pedras ficará mais certinha e bonita.
Você vai perceber nas próximas postagens que este fio será mais usado no gauge 20. Este fio também pede que o artesão use bastante a sua energia na hora de modelar. Os gauges 16 ou 18 também são ótimos para serem usados em design de braceletes e colares.


Considerações finais

Sim, eu sei que são muitas opções diferentes e poucos lugares para adquirí-los. Mas a minha intenção é que você tenha o conhecimento de todas essas possibilidades que existem por aí.

Se você gostou desta postagem, deixe um comentário!

Fique agora com um ótimo vídeo de passo a passo de bijuteria de fio copper.

Sobre MarianaEspindola

Formada em Direito, é Empresária, Escritora e Blogueira.

7 comentários

  1. Olá MARIANA, vim conhecer seu blog através da Maria Elza e adorei.
    Nossa, nunca tinha entrado em um blog de biju e adorei.
    As dicas de colocar biju nos sapatos é ótima.
    PARABÉNS.
    Não sou muito de usar bijus mas de vez em qdo é bom né rsrs.
    Bjs e já estou te seguindo.

  2. parabéns Mari,mais uma vez arrasando nas dicas!!Obrigado por dividir conosco o que sabes!Pessoas generosas como você são poucas,ainda bem papai do céu nos deu você de presente!
    Montão de beijos coloridos!!

  3. Mari quero fazer esse brincos mas meu ingles é péssimo )ooo vergonha) pode me ajudar a comprar as peças? Qual a numeração do fio usado, que cristal de swarovisk é este? Me ajuda, talytarocha_vrb@hotmail.com, beijão adooooro seu blog

  4. Que linda essa argola, obrigada Mariana p/ forca, como ajuda a gente o seu blog, obrigada querida !!!Parabens mais uma vez !!